Notícias

Boletim 2 – Área de Compliance precisa ser mais valorizada nas empresas brasileiras

Amanhã, terça-feira (27), tem início o Summit M&T Expo 2018, além do Fórum E Agora Brasil?, cujo tema é Infraestrutura

As construtoras e empresas de engenharia brasileiras continuam dando pouco importância a área de compliance. A avaliação foi feita por uma pesquisa feita pela KPMG e divulgada durante palestra na M&T Expo 2018 – 10ª Feira Internacional de Equipamentos para Construção e Mineração, aberta nesta segunda-feira (26), no São Paulo Expo, em São Paulo. “Verificamos que boa parte das empresas têm maturidade nível 2 no que diz respeito ao Compliance, patamar um pouco distante do nível 3, que seria um ideal em termos de governança corporativa”, revela Emerson Melo, sócio da KPMG Brasil.

A pesquisa foi realizada entre os anos de 2017 e 2018 e englobou um total de 50 empresas de todo o país. Na opinião de Melo, o comportamento em relação à área de Compliance ainda deixa a desejar, apesar da operação Lava Jato ter completado cinco anos de existência. “O cenário não é bom. Embora existam organizações interessadas em Compliance, muito tem que ser feito ainda”, considera. Um exemplo diz respeito ao descaso dos funcionários que ocupam cargos de alto escalão. “Detectamos, por exemplo, que 47% dos executivos sêniores desconhecem os programas de Compliance da empresa que administram, mas, que, apesar disso, 65% dos executivos reconhecem que a governança corporativa e o Compliance são essenciais dentro de uma companhia”, observa Melo.

Ele citou um caso de uma empresa, de médio porte, que o chamou para uma apresentação sobre as etapas de implantação de uma área de Compliance. “Depois da minha exposição, o empresário concluiu que a empresa não iria precisar dos serviços. O mais impactante é que dias depois, a Polícia Federal o acionou, informando-o que a companhia estava sob investigação. O fato é que se a empresa contar com área de Compliance, fica muito mais fácil de se averiguar documentação, apresentar provas, etc”, afirma o sócio da KPMG. 

Conceito de Indústria 4.0 é novo desafio para empresas brasileiras

O conceito de Indústria 4.0, que envolve novos paradigmas de processo e trabalho, é um grande desafio para o mercado brasileiro. Em palestra sobre o tema, durante o primeiro dia da M&T Expo, em São Paulo, Thomas Junqueira Ulbrich, diretor da VDMA, associação alemã de fabricantes de máquinas, disse que a Indústria 4.0 “não é só uma questão de tecnologia nova, mas sobretudo de pensar em novos modelos e produtos”. Segundo ele, “o conceito estimula a pensar em como adquirir os produtos que certas máquinas fazem, e não em comprar a máquina em si”.

Como exemplo, ele citou os fabricantes de elevadores, que já entenderam que suas margens de lucro vêm dos serviços de manutenção e não das cabines que vendem. “Neste novo ambiente de negócios, serviço, manutenção e operação estão cada vez mais próximos”, afirmou.

Marco Aurélio Fernandes, representante da empresa de compressores Kaeser, explicou que a empresa já trabalha nesse conceito, vendendo uma mensalidade ao cliente brasileiro que precisa de uma rede de ar comprimido. Para isso, a Kaeser digitaliza o sistema, monitora o consumo remotamente e é capaz até de analisar o desempenho do consumo e oferecer soluções de otimização.

Consagrado nos EUA, conceito de remoção de estéril em lavras de tiras começa a ser aplicado no Brasil

O uso do sistema de tratores tipo scraper para a remoção de material estéril em lavras de tiras começa a ser testado no Brasil em campos de mineração de bauxita. A fabricante de máquinas John Deere decidiu introduzir no mercado o sistema, que promete baixar em 50% os custos específicos em relação ao valor gasto com o sistema de tratores de esteira. “A redução dos custos horários é ainda maior: 69% em comparação com os equipamentos de esteira”, afirmou Mauricio Mazzutti, gerente de Desenvolvimento Comercial da John Deere.

Segundo ele, os primeiros testes realizados em 2017 em Trombetas (PA) demonstraram uma produtividade média de 400 m³ por hora. O sistema, já consagrado nos EUA em sítios de carvão e caulim, funciona com um trator desenvolvido especificamente para o trabalho. Dois caixotes de 18 m³ de capacidade coroada cada são tratorados em uma planta que subverte o processo em “V” típico do trator de esteira. Ao invés de descer profundamente no terreno, que pode chegar a 12 m de profundidade, para recolher o material estéril, e depois subir com ele até a área de bota-fora, o scraper trabalha em circuitos de 30 m, entre a área de corte, uma vala vazia no meio (para a drenagem) e a área de transbordo, economizando inclusive combustível.

Para Mazzutti, "o ideal mesmo é aplicar um sistema híbrido, que também se valha do trator de esteira para remover as camadas de plantação e depois as mais próximas da reserva de bauxita".

M&T Expo revela que drones podem reduzir em até 2,5 vezes o custo de projetos na construção

As múltiplas aplicações dos drones em projetos e a capacidade que estes pequenos equipamentos têm de racionalização em setores variados foram demonstradas em palestra na M&T Expo 2018 – 10ª Feira Internacional de Equipamentos para Construção e Mineração, que foi aberta nesta segunda-feira (26), no São Paulo Expo, em São Paulo. “Mapeamento aéreo com drones: Inovação em projetos de grande porte”. “Os drones estão revolucionando várias áreas. Para se ter uma ideia, a utilização de drones pode tornar um projeto duas vezes e meia mais barato e com uma rapidez 60% maior em comparação com os sistemas convencionais, como o uso de croquis, por exemplo”, explica a palestrante Silvia Ferreira, diretora de projetos da empresa Mapear com Drones.

Segundo ela, os drones já estão sendo adotados maciçamente no país pelos setores de indústria, mineração, oleodutos e até mesmo pelas prefeituras, onde são empregados no cálculo do IPTU. “Atualmente, todas as grandes empresas de construção civil estão trabalhando com drones. Até mesmo os processos de licitações já encurtaram, inclusive, os prazos de construção de estradas, que antes eram estabelecidos em seis meses, para 90 dias, dada a praticidade e rapidez dos drones”, revela a executiva.

O fato dos drones conseguirem realizar um levantamento topográfico de uma área sem falhas também representa uma grande revolução no setor, segundo ela. “Os croquis podem ter falhas. Ora se esquece uma nascente, ora algum outro detalhe fica de fora. E isso atrapalha muito o trabalho de campo, pois, a cada erro, precisa-se retornar a área e fazer tudo de novo. Os drones eliminam retrabalhos”, complementa.  Silvia enumerou algumas das vantagens dos drones: avaliação básica dos pontos críticos dos pavimentos existentes; mapeamento das grandes extensões de áreas; mais seguros em locais perigosos e de tráfego intenso; permitem obter informações em áreas inacessíveis e capacidade de criar registros fotográficos das áreas do projeto não omitindo nenhum tipo de detalhe. 

A 10ª M&T Expo é o principal ponto de encontro do setor na América Latina. Promovida, pela primeira vez, em 1995, pela Associação Brasileira de Tecnologia para Construção e Mineração (Sobratema), a edição de 2018 marca o início do acordo de cooperação de longo prazo firmado entre a entidade e a Messe München, promotora da bauma, maior feira mundial da área de equipamentos para construção. Para visitar a M&T Expo 2018, basta realizar o credenciamento online no site oficial.

Serviço:

M&T Expo 2018 – 10ª Feira Internacional de Equipamentos para Construção e Mineração

Data: 26 a 29 de novembro de 2018

Horários: 26 a 28 – 13h às 20h

                   29 – 9h às 16h

Local: São Paulo Expo Exhibition & Convention Center – Rodovia dos Imigrantes, km 1,5 – Água Funda – São Paulo/SP

Informações e credenciamento: http://www.mtexpo.com.br

Sobre a Messe München

A Messe München é uma das empresas líderes mundiais de feiras de negócios. Organiza cerca de 50 feiras de bens de capital e de consumo e as mais importantes feiras de alta tecnologia em Munique e em outros países. A cada ano, mais de 30.000 expositores e cerca de dois milhões de visitantes participam em eventos realizados no centro de feiras e exposições da Messe München, no ICM – Internationales Congress Center München e no MOC Veranstaltungscenter München (Centro de Congressos de Munique). Além disso, a Messe München organiza feiras em países como China, Índia, Turquia e Rússia. A Messe München tem uma presença empresarial global com afiliadas na Europa, Ásia e África e mais de 60 representantes estrangeiros trabalhando em mais 100 países.

 

Sobre a Sobratema

A Sobratema – Associação Brasileira de Tecnologia para Construção e Mineração se dedica a propor soluções para o desenvolvimento tecnológico do setor, difundir conhecimentos e informações e participar da formação, especialização e atualização de profissionais que atuam no mercado brasileiro da construção e mineração. Com 30 anos de atividade, conta com o apoio de mais de 650 associados (profissionais e empresas de construção, de locação, fabricantes e prestadores de serviços) e de parcerias estratégicas, com as principais entidades e empresas do setor da construção e da mineração no Brasil e Exterior. A entidade possui a Inteligência de Mercado, dedicada a estudos e pesquisas para subsidiar a tomada de decisões estratégicas das empresas, o Instituto Opus para capacitação profissional, a Sobratema Publicações para edição de livros e revistas técnicas. Além disso, organiza eventos especializados: a BW Expo – Feira de Serviços e Tecnologias para Gestão Sustentável de Água, Resíduos, Ar e Energia, Workshop, Fórum Infraestrutura, Tendências no Mercado da Construção e as Missões Empresariais, que levam profissionais para as mais importantes feiras internacionais dos setores da construção e da mineração.

Página Relacionada: www.noticiadorweb.com.br/index.php?action=show&secao=exibir_noticia&noticia_id=16991

Matéria no NoticiadorWeb: Boletim 2 – Área de Compliance precisa ser mais valorizada nas empresas brasileiras

Autor: Newsletter do Locador

Data de Publicação: 26/11/2018

Esta notícia já foi visualizada 102 vezes.

Esta notícia ainda não tem comentários.

Deixe um comentário

Nome  
E-mail  
Telefone  

Desejo receber notificações se alguém mais comentar a noticia.