Notícias

De pai para filho!

Nova geração de sucessores desempenha papeis estratégicos, em empresas do setor de equipamentos

 

 

Nova geração de sucessores desempenha papeis estratégicos, em empresas do setor de equipamentos

 

O mercado de equipamentos está se renovando. Mais que isso, as empresas estão preparando jovens sucessores para continuarem o trabalho dos pais com bom conhecimento técnico, mercadológico e preparo para manter uma eficiente gestão de relacionamentos.

Diretores de empresas como Automec/JCB e Grupo Sanson, por exemplo, já estão com os filhos dando continuidade à trajetória profissional dos pais, injetando vigor às relações das empresas com o mercado. Em paralelo a essas mudanças, a Associação Brasileira de Tecnologia para Construção e Mineração (Sobratema) tem aperfeiçoado cada vez mais seu Núcleo Jovem, com profissionais que serão os líderes da associação no futuro.

“Mais importante que conquistar clientes é deixá-los seguros da continuidade na eficiência dos serviços”, conjectura Edson Gréggio, diretor da Automec/JCB, que contratou Diogo Gréggio, seu filho, para trabalhar na área comercial da empresa. De acordo com Edson, Diogo tem gerado bons frutos no setor de vendas de equipamentos. “Ele consegue transmitir aos clientes a mesma confiabilidade e disposição para os negócios que construí ao longo de anos de trajetória profissional, além de estar fazendo um competente trabalho comercial”, conta Edson.

Nova geração do Grupo Sanson

No primeiro semestre de 2018, Diogo vendeu duas retroescavadeiras JCB 3CX e uma minicarregadeira JCB 155 para o Grupo Sanson, negociação que foi conduzida entre ele e o jovem Ricardo Sanson, filho do diretor do grupo, Silvio Sanson. Dos dois lados, fornecedor e cliente, a nova geração familiar já participa na condução de assuntos estratégicos.

“Uma empresa deve se renovar a todo instante, porque precisa ter uma vida muito dinâmica e o mercado exige essa situação como condição de existência”, destaca Silvio Sanson. “Nas empresas com caráter familiar, o gestor deve preparar seu sucessor com bagagem teórica, mas principalmente com vivência, compartilhando experiências bem ou mal sucedidas, no intuito de precavê-lo das adversidades do dia-a-dia”, arremata Silvio.

JCB de olho no futuro

A história da JCB, além de ser marcada pela inovação e pioneirismo, foi também construída graças ao sonho de um pai, que passou sua ambição para o filho. O trabalho de Joseph Cyril Bamford tinha como lema “nunca se acomodar com as suas conquistas”. E essa busca incessante pelo sucesso foi transmitida para seu filho, Anthony Bamford, que nasceu no dia em que seu pai fundou a JCB. A inovação permanece no DNA da forte marca global, que deu seu primeiro passo há 73 anos, com apenas um homem trabalhando dentro de uma garagem em Uttoxeter, na Inglaterra e que hoje mantém sua origem familiar, mas se tornou a terceira maior fabricante de máquinas de construção do mundo.

 

Fonte: ANALOC

 

Página Relacionada: https://www.analoc.org.br/single-post/2018/11/07/De-pai-para-filho?utm_campaign=7b2b2552-fd5c-4ebe-a5e2-3c67da36fce0&utm_source=so

Matéria no NoticiadorWeb: De pai para filho!

Autor: Newsletter do Locador

Data de Publicação: 08/11/2018

Esta notícia já foi visualizada 81 vezes.

Esta notícia ainda não tem comentários.

Deixe um comentário

Nome  
E-mail  
Telefone  

Desejo receber notificações se alguém mais comentar a noticia.