Notícias

O mercado de locação de máquinas foi uma das maiores vítimas da Operação Lava Jato

Leia este artigo e veja as mudanças causadas pela lava jato no mercado de locação de máquinas

De acordo com os atuais dados a Operação "Lava Jato" da Polícia Federal é considerada a maior operação policial da história do país. Começou investigando esquemas de lavagem de dinheiro e tem atualmente mais de 40 fases. Quatro anos após o seu início e a operação já possui em seu histórico a investigação de fatos de um engenhoso esquema de propinas e desvios de dinheiro – relacionado a grandes empresas, empresários e pessoas do governo – já descobertos e julgados.

De 2014 para cá, muita corrupção veio à tona. Como desde o início da Lava Jato, nunca tinha se ouvido tanto as palavras "empreiteiras" e "desvio de verba de obras públicas" na mesma frase, logicamente que o mercado da construção civil seria altamente impactado. De modo que é possível traçar claras diferenças entre o mercado da construção pesada anterior e posterior à operação da Polícia federal.

Todo o complexo cenário gerado pela operação lava jato afetou profundamente o mercado de locação de equipamentos. Nesse caso, a estagnação da indústria da construção, seguida de sua desaceleração gerou literalmente o "desligar" das máquinas e equipamentos, segundo o Sinduscon – SP, o efeito em reais chegou ao valor de R$90 bi em obras paralisadas.
Tendo em mente todo este panorama é fácil enxergar a cadeia: As empresas sem crédito no mercado e incapacitadas de dar continuidade às suas atividades sem o apoio financeiro do governo, interrompem as suas obras e, além dos desperdício e perdas, se endividam cada vez mais. Deste modo, são obrigadas a adotar uma postura de sobrevivência, demitindo funcionários. As dívidas acumuladas no curto prazo provocam a inadimplência, os fornecedores que locam as máquinas, por sua vez, fazem parte da mesma bola de neve e não recebem pelo aluguel dos equipamentos locados.

O holofote em torno das empresas executoras de obras foi maior em virtude de atos ilícitos que envolveram a maioria das grandes empreiteiras do país, mas o lado das locadoras de equipamentos deve ser apresentado. Uma vez que, ficando sem receber das empreiteiras, as locadoras ficam sem o capital que também é destinado ao pagamento das prestações dos financiamentos das máquinas. E isso agrava ainda mais a "bola de neve" criada pelos efeitos da Lava Jato. A maioria das locadoras, muitas vezes, ao adquirir equipamentos, optam pela aquisição via CDC, consórcios e pelo FINAME, um financiamento do BNDES concedido por intermédio de instituições financeiras credenciadas para produção e aquisição de máquinas e equipamentos novos de fabricação nacional para empresas que estejam credenciadas ao banco nacional de desenvolvimento. E o fato dessas empresas locadoras ficarem sem receber, não faz com que se interrompa a cobrança das parcelas assumidas no financiamento. Essa incapacidade generalizada em cumprir os compromissos financeiros fazem com que as locadoras de máquinas também fiquem sem crédito e, por consequência, outra parte é afetada, deixando a situação ainda mais complicada.

Mais uma parcela do mercado é atingida

Em contrapartida a outra parte atingida pelo endividamento e falta de recursos são os fornecedores de peças e serviços, que também ficam sem receber das empresas proprietárias de equipamentos visto que estas também estão sem recursos. Assim, quando um equipamento apresenta algum defeito, seja causado por um acidente ou erro operacional, o reparo deste equipamento fica comprometido pois a empresa está com orçamento limitado para arrumá-lo. Essas empresas, sem crédito no mercado, não conseguem renovar a frota de equipamentos para estimular o crescimento da própria empresa. Cenários como esses são o ambiente propício para o mercado se acirrar em uma disputa de preços onde todos perdem. Ligado a isso, o número de máquinas paradas no pátio das empresas só aumenta, e algumas começam a adotar uma postura de sobrevivência e começam a alugar os equipamentos a um preço consideravelmente inferior ao que era praticado anteriormente por ela mesma e pelos valores de mercado. Simplesmente, para ter a oportunidade de rotacionar o seu equipamento, cria-se então uma soma perigosa: preço praticado muito abaixo, mais redução da demanda (por obras paradas) e alta inadimplência, desencadeando inúmeros prejuízos para todo o ecossistema envolvendo o setor de locação de máquinas e equipamentos.

Alternativas para a situação

Segundo especialistas, estamos no momento de adequação a níveis de utilização das máquinas. As empresas locadoras devem diversificar o seu portfólio e vencer as dificuldades logísticas para se ajustarem ao mercado. Hoje uma dessas soluções que já não é mais considerada uma alternativa e sim uma realidade de mercado é a Tracktoor, que nada mais é que uma ferramenta online que encontra máquinas e equipamentos para locação em qualquer lugar do país. Para isso basta criar uma conta de forma simples e rápida, que você já pode achar equipamentos e fechar negócio diretamente com o proprietário sem qualquer taxa de intermediação.
Para o locatário tem a praticidade de encontrar, com um clique, o equipamento perto de onde precisa, reduzindo uma infinidade de custos operacionais e logísticos e para o locador tem a possibilidade de expor os seus equipamentos para milhares de locatários de todos os estados brasileiros. Ou seja, o mercado está se aquecendo e se inovando. A hora de você, empresário e proprietário de máquinas pesadas, rotacionar seu equipamento durante todo o ano é agora.

Website: http://www.tracktoor.com.br

 

Fonte:Terra

Página Relacionada: http:// https://www.terra.com.br/noticias/dino/o-mercado-de-locacao-de-maquinas-foi-uma-das-maiores-vitimas-da-operacao-lava-jato,94fa4ef2a425cdc6aa0499d0351558d33fz8zdzp.html

Matéria no NoticiadorWeb: O mercado de locação de máquinas foi uma das maiores vítimas da Operação Lava Jato

Autor: MKT PortaldoLocador.com

Data de Publicação: 19/04/2018

Esta notícia já foi visualizada 61 vezes.

Esta notícia ainda não tem comentários.

Deixe um comentário

Nome  
E-mail  
Telefone  

Desejo receber notificações se alguém mais comenta a noticia.